Tradutor

Bolsa de Lisboa

segunda-feira, 11 de abril de 2011

Regresso

Caros Amigos.

Depois de quase um ano de ausência, por motivos vários, decidi regressar ao vosso convivio.
Mudei o visual deste espaço para a cor negra, porque o País está de luto por todo o mal que lhe têm feito. Enquanto fui escrevendo por aqui, julgo ter contribuido de algum modo para a discussão de alguns dos problemas que mais afectavam a nossa região. Ao longo desse tempo fui (infelizmente) presenteado com alguns comentários que nunca publiquei, por serem ofensivos para com minha pessoa e mesmo para com a minha familia. Alguns desses comentários chegaram na forma de ameaça à minha integridade fisica. Sei de onde vieram os comentários, de gente que lida muito mal com a Democracia.
Talvez por isso mesmo decide regressar e numa altura em que o País está mergulhado em profunda crise económica, financeira e politica, urge dar um grito de revolta para contrariar a corrente que se está a instalar, a de uma opinião só.
A comunicação Social em uníssono, está a sufocar a opinião do Povo Português, afirmando até à exaustão que não existe alternativa a não ser a que eles querem que nós acreditemos ser a verdadeira. Existem alternativas crediveis a estas negociatas que nos querem impor.
Prometo ser assiduo, escrevendo e denunciando o que por cá se vai passando. Neste regresso não me limitarei a escrever sobre a nossa pobre região, mas sim e sobretudo, sobre este pobre País. Obviamente que não deixarei de denunciar o que por cá se vai passando, porque continuo a defender o principio que não elogiarei o que de bem feito for feito pelos eleitos locais, porque foi para isso que foram eleitos, mas não deixarei de alertar para o que foi prometido e não está a ser cumprido. Desculpas da crise não são aceites, tal como não aceito as do governo do País. Contem comigo, para aqui travarmos mais uma luta contra aqueles que nos querem subjugar ao poder do grande Capital.

Até Breve

Sem comentários:

Enviar um comentário