Tradutor

Bolsa de Lisboa

sábado, 28 de novembro de 2009

Quanto ganham os Autarcas


Os Jornais regionais têm feito eco nos últimos tempos, dos ordenados dos nossos Autarcas. Confesso que devo ser dos poucos que acham, que os Autarcas ganham pouco. Muitos de nós dirão mesmo, que para as asneiras que fazem, o ordenado é de lorde, mas mesmo assim defendo um vencimento digno da função porque, a incompetência será penalizada nas urnas se o povo assim o entender. Quando defendo que o vencimento é pequeno, 3.815 € no caso do Sôr Pinto acrescido de ajudas de custo, é pelo simples facto de para o bem ou para o mal o Sôr Pinto e todos os outros Sôrs Pintos do país, são os nossos representantes máximos no país e no estrangeiro. São os nossos embaixadores. Qualquer autarca está exposto a situações que não há dinheiro que pague, muitos dos nossos presidentes de câmara, ganhariam muito mais nas suas profissões, ou nas suas empresas, do que ganham a exercer o lugar público, sendo que nas suas profissões ou nas suas empresas não estarão sujeitos claramente a julgamento popular, e muitas das vezes sujeitos mesmo a julgamento de caracter, o que convenhamos é penoso.
O mesmo direi dos Presidentes de Junta de Freguesia que a troco de umas centenas de euros, se entregam de corpo e alma à causa pública, falo obviamente da esmagadora maioria pois nem todos assim actuam.
A única coisa que exijo de um autarca é que faça o seu trabalho com dignidade e elevação, sem atropelos àqueles que os elegeram e se lembrem que amanhã poderão passar a ser cidadãos comums como os outros. Que exerçam a função sem terem de ser sujeitos a cá se fazem cá se pagam. Que exerçam o seu mandato, cumprindo escrupulosamente com o que prometeram aos cidadãos em campanha.
Assim, não me vão ver escrever, ou dizer algo a favor do que o autarca fez bem feito, pois essa é a obrigação dele, vão concerteza ler e ouvir, fortissimas criticas relativamente aquilo que não fazem, fazem mal feito ou que não fazem e prometeram fazer.
Assim é saber estar democráticamente na sociedade.



Sem comentários:

Enviar um comentário