Tradutor

Bolsa de Lisboa

quinta-feira, 29 de outubro de 2009

máfia napolitana

A polícia italiana decidiu divulgar as imagens de um vídeo de vigilância que captou os últimos momentos de uma vítima da Camorra, a máfia napolitana, e a sua morte. As autoridades tentam assim identificar o criminoso com a ajuda do público

VIDEO


O crime remonta a 11 de Maio de 2009. Mariano Bacio Terracino é visto a fumar à porta de um café no bairro napolitano de Sanità, observando cautelosamente durante três minutos as pessoas que passam em frente ao estabelecimento.

Ao mesmo tempo, um homem também vigia o movimento e encosta-se por alguns instantes a uma arca frigorífica azul, observando a vítima. A polícia suspeita que este é um cúmplice do autor do crime.
Ao quarto minuto, chega o homicida, de chapéu, suspeito de pertencer à Camorra. Entra no café para logo sair e alvejar a vítima a tiro na cabeça.
Ao fim de vários meses sem encontrar os suspeitos, as autoridades pedem ajuda ao grande público.
«Decidimos colocar o vídeo a circular de forma mais alargada possível, pedindo a colaboração de quem quer que seja que possa dar-nos informações para identificar o assassino e o seu paradeiro», refere um comunicado da procuradoria de Nápoles.
A cidade italiana é uma das mais perigosas da Europa devido às lutas entre clãs rivais da Camorra, uma das organizações criminosas mais ricas e mortíferas do mundo.
Uma das principais dificuldades na resolução dos crimes daquele grupo mafioso são os pactos de silêncio que existem entre criminosos e testemunhas.

In SOL

Sem comentários:

Enviar um comentário